Abertura: A História de Ana Raio e Zé Trovão [2010].

Reestreou ontem no SBT a novela “A História de Ana Raio e Zé Trovão”, transmitida originalmente pela Rede Machete em 1990. E para acompanhar as evoluções técnicas e culturais após 20 anos, o canal precisou fazer algumas reformulações como uma edição mais dinâmica, incluindo até corte de capítulos.  Até a abertura precisou evidentemente sofrer algumas modificações por questões técnicas, embora seja quase integralmente a mesma da versão original. Ela não foi refeita, como aconteceu com a novela Pantanal, recentemente retransmitida. Provavelmente por questões orçamentárias. As únicas alterações estão na retirada do patrocínio dos postos Ipiranga e na assinatura, substituindo a horrenda e problemática marca da versão original.  Graças aos recursos de computação gráfica atuais e ao bom senso, ela ficou mais coerente, legível e interessante. Transformou inclusive um simples brasão vazado em uma bela e lustrosa fivela, respeitando e evidenciando de forma inteligente o clima rural da novela.

A abertura, assim como já comentada em post anterior, continua trazendo a pluralidade cultural do Brasil de forma criativa e emocionante. O que ainda causa certo estranhamento, no entanto, é  a diferença nítida de qualidade entre as cenas coloridas produzidas em 1990 e a o fechamento tridimensional escuro e pesado. Nessa reapresentação isso se agrava ainda mais por conta das diferenças de qualidade técnica de produção realizadas em tempos distintos.

>>> Ficha Técnica

Ano: 2010

Canal: SBT

Produção: Fernando Pelégio e Departamento de Criação Visual SBT (versão 2010)

Som: Marcus Vianna & Sagrado Coração da Terra

>>> Postado por André Luiz Sens

Abertura: Didiabólico

O programa Didiabólico na MTV Brasil traz o apresentador Didi, do blog Te Dou um Dado, tentando resolver problemas bizarros das pessoas de forma sarcástica e bem-humorada. Para abertura, a produtora Rat Labs resolveu então traduzir a ideia da atração para objetos sem graça ou bregas, que são transformados, através do toque “colorido” e glamouroso de Didi, em peças estilosas e divertidas. Tudo isso em uma animação vibrante e colorida que mistura stop-motion e computação gráfica. Bem bacana!

>>> Ficha Técnica

Ano: 2010

Canal: MTV Brasil

Produção: Breno Pineschi, Rafael Cazes, Luiza Rosa e Rat Labs

Som: João Brasil

>>> Postado por André Luiz Sens

Identidade Visual: SBS One [Rebrand 2009]

O canal australiano SBS One lançou em 2009 uma série de vinhetas para a renovação do posicionamento de sua identidade visual sob responsabilidade da produtora Iloura, baseado na campanha “Six Billion Stories and Counting…” criada pela US Sydney. Para ilustrar esse conceito, foram empregados estilos e linguagens completamente distintos em cada uma das peças, desde ilustrações manuscritas a elementos futurísticos tridimensionais. A única coisa em comum, além da assinatura e do surrealismo, é o cérebro humano, que aparece com maior ou menor evidência em todas, de diferentes maneiras. É a tentativa de mostrar como a mente humana pode construir histórias das mais variadas formas, baseados nas suas emoções, culturas e experiências.

O resultado disso são peças únicas e delicadas, extremamente envolventes e interessantes, com um apelo artístico e uma riqueza de detalhes impressionantes.

Mas um fator  que vale ser ressaltado é a trilha sonora de cada um dos institucionais. Elas estabelecem uma relação harmônica com vídeo, mesmo sem ter uma relação direta com a estética aplicada, fazendo com que cada vinheta apresente interpretações  ainda mais ricas.  Em certos casos chega a dar “sentido” ou mesmo certo figurativismo a cenas extremamente abstratas. Em umas das vinhetas, fractais escurecidos podem ser entendidos como estilhaços de vidro, ao som dos tiros e sirenes que ecoam ao fundo.

Simplesmente fascinante!

>>> Ficha Técnica

Ano: 2009

Canal: SBS One

Produção: Iloura

Som: Iloura

>>> Postado por André Luiz Sens

Identidade Visual: DP TV [Rebrand]

Steve Panicara é o responsável por um projeto para o reposicionamento do canal público regional e educacional americano Detroit Public TV.  E para isso, ele se baseou em uma ideia simples, executada de maneira original, jovial e criativa. Segundo o próprio designer responsável, foi utilizado os princípios de Gestalt para a construção da marca, na qual dois círculos se conectam visualmente e criam uma sensação de movimento. É claro que ele foi ajudado pela facilidade de estabelecer uma simetria através das iniciais do nome do canal. Já os videografismos extremamente dinâmicos, compostos de linhas  e círculos que se conectam entre si das mais variadas formas e nas mais diversas e vibrantes escolhas cromáticas, deixam ainda mais evidente o conceito de conectividade estabelecido, tanto na associação com uma rede de transmissão ou mesmo  com uma rede social ou de neurônios.

Além do material audiovisual, em seu site foi disponibilizado imagens do manual de identidade, de storyboard e alguns estudos experimentais. Além disso, todo esse trabalho se torna ainda mais interessante quando se trata apenas de um projeto de faculdade (mas que  infelizmente  não parece haver indícios para implementação).

>>> Ficha Técnica

Ano: 2010

Canal: DP TV

Produção: Steve Panicara

Som: Ryan Griffin

>>> Postado por André Luiz Sens

Portifólio Televisual: Laundry!.

título portifólio laundry!

Segue o demo reel da sensacional agência de motion design Laundry!. Além de trabalhos para a publicidade de grandes marcas, como Nike, Absolut, Honda e Sony, ela desenvolveu alguns trabalhos muito interessantes do campo da televisão, como vinhetas e chamadas para alguns canais americanos como MTV, VH1, ESPN e CMT. É difícil falar, contudo, quais são seus fortes, já que ela transita muito bem entres peças com riquíssimo acabamento e apurada estética tanto na computação gráfica 3D quanto em rebuscadas ilustrações bidimensionais.

>>> Postado por André Luiz Sens

Abertura: Big Brother UK 10.

título abertura big brother uk 10

Após acompanhar o post especial sobre a evolução das aberturas e marcas da versão britânica do Big Brother, é hora de conferir a nova abertura da 10ª edição. Assim como as demais, um olho estilizado serve de base para a composição da marca, que a cada ano recebe texturas e elementos formais diferenciados que conferem uma personalidade diferenciada a edição, sem se distanciar de uma identidade em relação aos anteriores.  Dessa vez, as curvas de uma impressão digital constroem a marca. Já a vinheta continua com a mesma trilha e edição frenética, mas as imagens, agora, são formadas por cenas em computação gráfica tridimensional compostas por uma profusão de câmeras e a marca com uma texturização futurística. As cores que variam entre roxo e o azul claro são interrompidos por efeitos que descaracterizam uma linguagem gráfica que poderia ser considerada mais convencional. Esses efeitos, conhecidos como data moshing, na verdade, são provocados por erros de compactação de vídeos vistos em geral em sites como o You Tube e que viraram um recurso gráfico proposital utilizado até em alguns clipes, como da música “Evident Utensil” da banda Chairlift ou da música “Welcome to the Heartbreak” de Keany West. Contudo, para nós, acostumados com uma estética mais linear e icônica, fica difícil nos acostumar com esses recursos estilísticos, mas que são perfeitamente compreensíveis no contexto do design britânico.

abertura big brother uk 10

>>> Ficha Técnica

Ano: 2009

Canal: Channel 4

Produção: Hello Charlie

>>> Postado por André Luiz Sens

Abertura: A Grande Família [2009].

título abertura a grande família 2009

A cada nova temporada, o programa A Grande Família da Rede Globo vem se renovando graficamente, com uma nova marca e uma nova abertura, sem perder a essência do formato. Nesse ano, no entanto, houve apenas uma repaginada mais bem elaborada na ideia já utilizada, mas muito bem humorada de bonecos bidimensionais com cabeças gigantes e animados no estilo South Park.  No caso, os bonecos são as próprias personagens da série, que ganharam um destaque ainda maior com animações mais complexas e mais detalhadas. A assinatura, por sua vez, recebeu somente outras texturas coloridas “populares” no interior do logotipo.

abertura a grande família 2009

>>> Ficha Técnica

Ano: 2009

Canal: Rede Globo

Produção: Hans Donner, Alexandre Pit Ribeiro e Rogério Abreu

Som: Dudu Nobre (Música: “A Grande Família”)

>>> Postado por André Luiz Sens

Pílula Televisual: Abertura de A Indomada.

marca a indomada

A Indomada, novela de 1999 da Rede Globo, trazia uma trama com muito realismo fantástico que acontecia na fictícia cidade nordestina de Greenville, influenciada pela colonização inglesa e formada a partir da cultura da cana-de-açúcar. Em sua abertura, a “indomada” corre sobre uma terra árida, fugindo de uma plantação de cana que cresce em sua direção, enquanto que várias barreiras de ferro e concreto tentam impedí-la de ser “engolida” pelo verde.  Para fazer jus a alcunha, a mulher (que por curiosidade é interpretada pela atriz Maria Fernanda Cândido) se transforma em fogo, água e pedra para fugir desses obstáculos. Mesmo não fazendo muitas referências com a trama, exceto pelo surrealismo, o canavial e a trilha sonora (Maracatu, de Sérgio Mendes), o que mais impressiona são os efeitos tridimensionais integrados à modelo.

Postado por André Luiz Sens

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. 4
  5. 5