Animação Special Guest: The Journey.

titulo special guest

Vinicius Costa, que trabalha na Animatório e já dirigiu alguns trabalhos para a televisão, principalmente para a MTV nacional e internacional, desenvolveu agora um curta animado chamado “Special Guest: The Journey”, que mais parece uma abertura de um programa ou de um filme. No vídeo, ele faz uma brincadeira com a velha história de que o conteúdo da mala de viagem de uma pessoa pode revelar muito da sua vida. A linguagem surrealista e a estética bem contemporânea foi composta principalmente através da técnica de stop motion.  O áudio cinematográfico, produzido pela Omni Audium, ajudou a torná-lo ainda mais empolgante. Além disso, uma parte interessante é a referência ao famoso vídeo hit do You Tube, no qual se ensina a técnica de como dobrar uma camiseta em 2 segundos. Esse trabalho foi criado para o projeto Special Guest, que reúne os trabalhos de novos diretores da área. O  projeto foi idealizado pela famosa produtora americana 1st Avenue, que também possui importantes trabalhos em motion e broadcasting design.

vídeo special guest the journey

No blog da Animatório, traz ainda o making of do trabalho. Confira!

>>> Ficha Técnica

Ano: 2009

Produção: Animatorio (Vinicius Costa, Vanderlei Santana, Rafael Antonelli e Raiza Costa)

Som: Omni Audium

>>> Contribuições: Animatório e Motionographer

Abertura: Acesso MTV

titulo abertura acesso mtv

Elaborado pela produtora Santa, a abertura do novo programa vespertino da MTV – Acesso MTV – conta com uma linguagem surreal, com mãos, janelas, neons, fendas e buracos que interagem entre si em uma composição simétrica e extremamente harmônica. Elementos que parecem ter saído de um sonho e que tentam demonstrar que quando se fala em “acesso”, o limite é infinito. A estética da vinheta, assim como da própria assinatura, lembram muitos trabalhos contemporâneos, que misturam efeitos luminosos com formas geometrizadas.

>>> Ficha Técnica

Ano: 2009

Canal: MTV

Produção: Santa

Som: Thiago Gauterio

>>> Contribuições: Motionographer

>>> Postado por André Luiz Sens

(atualizado em 15/10/2010)

Especial Big Brother: Aberturas e marcas de versões internacionais.

título Big Brother Especial

Se você ainda não conferiu os artigos já postados sobre as identidades visuais de versões internacionais do programa Big Brother, acompanhe agora os links correpondentes a cada uma das partes. Obviamente existem outras versões interessantes espalhadas por todo mundo que valeriam um artigo, mas acredito que essas já ilustram como um mesmo projeto, devido muito a questões culturais e hábitos locais, pode ter as mais variadas “visões” literalmente.

>>> Parte 1 - Big Brother da Austrália

>>> Parte 2 – Big Brother do Reino Unido

>>> Parte 3 – Big Brother do EUA

>>> Parte 4 – Big Brother da França e Canadá

>>> Postado por André Luiz Sens

TV 3D: O design na televisão tridimensional

título TV 3D (televisão tridimensional)

Mal a tecnologia digital e a alta definição vêm sendo implementadas aqui no Brasil, que fabricantes já pensam em novas possibilidades de experiência com o aparelho televisor. E um deles é a TV 3D: a televisão com imagens tridimensionais. As mesmas produzidas nos cinemas 3D, mas sem a necessidade de óculos especiais.

Isso porque, ao contrário dos óculos que filtram o que cada olho irá ver, a TV 3D faz com que as imagens sejam emitidas na tela de forma especial, fazendo com que cada olho enxergue determinado ângulo do mesmo ponto, criando uma noção de perspectiva e dando a impressão que as imagens estão saindo da tela.

televisão 3D 3DTV

Contudo, ainda se tem um grande caminho a ser percorrido para que a TV 3D se torne um objeto popular de uso doméstico. Um dos problemas é o preço que varia em torno de 30 a 60 mil reais. Outro ponto bastante complicado é a produção de conteúdo relevante e específico, que demanda de uma equipe especializada e custos elevados.

Tanto é que essas televisões estão sendo comercializadas primeiramente (ainda com certa dificuldade), para o ramo da mídia digital indoor e digital signage. Empresas como a Philips e a Super3D já estão apostando nesse nicho comercial em franco crescimento como uma nova experiência publicitária.

Com isso tudo, podemos prever novos desafios para os designers em encontrar novas soluções criativas, desde a produção de vinhetas até a elaboração de interfaces específicas aliadas as funcionalidades interativas da televisão digital.

Confira abaixo os vídeos que mostram como funciona na prática, essa nova tecnologia:

>>> Postado por André Luiz Sens

>>> Contribuições: BITNervoso, Digital Drops, Philips e Super3D

Abertura: TV Colosso.

título abertura tv colosso

Segundo algumas notícias divulgadas em alguns blogs e portais, a TV Colosso pode voltar às manhãs da Rede Globo. Por isso, vamos recordar a abertura desse programa infantil de grande sucesso na década de 90. Embora, o programa fosse formado por fantoches de cães, a vinheta contava com diversos bichos reais, das mais variadas raças, que eram banhados, tosados e arrumados. Tudo isso para participarem da platéia de um dos programas apresentado pela personagem mais popular Priscila, na fictícia emissora. Tudo isso ao som das Paquitas, com a música “Eu não largo o osso”. Na assinatura gráfica, um osso multicolorido substituia a  letra “L” do logotipo prateado. Praticamente uma versão canina da Rede Globo!

>>> Ficha Técnica

Ano: 1993 a 1997

Canal: Rede Globo

Produção: Pojucan e Hans Donner

Som: “Eu não largo o osso”, de Michael Sullivan e Paulo Massadas

>>> Postado por André Luiz Sens

Produtos licenciados de programas de televisão.

novidade produtos licenciados

É fato e incrível como a televisão influencia, através de seus programas, os modos e costumes sociais. Seja na moda, através do figurino de uma personagem na novela das oito ou seja no consumo de um produto qualquer introduzido no cotidiano de um reality show. Obviamente, em alguns casos, estratégias são planejadas propositalmente com fins publicitários e de marketing. Em outros, o caminho é o inverso.

Um exemplo é o Louro José, o papagaio que acompanha Ana Maria Braga na apresentação do programa, que foi inicialmente criado para chamar a atenção de um público diferente das costumeiras donas-de-casa. Contudo, o sucesso foi tão grande que se tornou estampa para diversas embalagens de produtos infantis, desde xampus até brinquedos. E recentemente foi lançado um boneco em tamanho real do bichano, muito depois de várias versões “genéricas” lançadas em muitos camelôs.

Aliás, são inúmeros os casos de apresentadores e personagens que viraram produtos com sucesso de vendas, por simplesmente ganharem a empatia de muitos espectadores. Nada muito diferente do que já acontece na indústria cinematográfica. Ou então, porque certas carterísticas pessoais são relacionadas, de alguma forma ao produto (a Xuxa e as roupas infantis ou a mulata Globeleza e uma marca de sandálias).  Mas quando a empatia ou associação se dá com o programa em si? A identidade visual do programa (ou do próprio canal), desde o nome, a marca, grafismos ou eventuais mascotes, é então empregada de uma nova forma, para a qual inicialmente não foi projetada. Todos esses elementos servem agora de apoio para agregar valores a outros produtos e à outras modalidades de consumo.

produtos globo marcas

No caso de programas infantis isso já uma realidade há muito tempo (Walt Disney, que não nos deixa mentir). Mas em novelas, o produto nobre da televisão brasileira, por exemplo, o processo é mais recente. Mas já conseguiram transformar folhetins em cremes para os cabelos, relógios, sandálias, jóias, entre muitos outros.

As organizações Globo a alguns anos, através de várias parcerias e ultimamente através da loja virtual “Globo Marcas“, vêm percebendo o grande nicho comercial que isso pode render, que vai além do lançamento de CDs com a trilha sonora ou DVD dos episódios. Um dos casos mais recentes de sucesso que provam isso é o Big Brother Brasil  que, além de ser uma vitrine de diversas marcas no próprio programa, mantém uma loja virtual com mais de 30 produtos diferentes, como roupões, bolsas, utensílios domésticos, edredons, notebooks e até um bonequinho (a mascote do programa) controlado por controle remoto que captura imagem e som de onde ele está.

brinquedo mascote robbb big brother brasil

>>> Postado por André Luiz Sens

>>> Contribuições: Meio & Mensagem

Nova abertura dos Simpsons.

titulo novidade os simpsons HD

Uma das séries animadas mais antigas, Os Simpsons, continua com pleno sucesso na sua 20ª temporada. E ao longo de todo esse tempo, podemos acompanhar a tradicional abertura do desenho, que ilustra um dia inusitado das famosas personagens Homer, Marge, Bart, Lisa e Maggie. Contudo, o mais interessante foram as mudanças introduzidas sutilmente ou de forma escancarada a cada episódio, trazendo  sempre uma situação diferente, seja na frase escrita por Bart no quadro-negro ou nas variadas formas como a família chega até o sofá da sala.  E agora, no décimo episódio da atual temporada “Take My Life, Please”, para comemorar a introdução da série no mundo da televisão digital e da alta definição, a abertura conta agora com novas cenas, que incluem outros personagens que já se tornaram constantes. E nessa abertura em específico e um pouco maior que o habitual, a parte final trouxe a família em uma busca engraçadíssima atrás do sofá que ganhou vida e fugiu pelo mundo afora (e fora dele). E como não poderia deixar de ser, eles receberam de presente  também um novo aparelho televisor em wide screen.

abertura os simpsons hd

Confira também uma compilação das aberturas durante todos esses anos:

>>> Ficha Técnica

Canal: Fox

Ano: 2009

Produção: Matt Groening

>>> Contribuições: Poltrona

Especial Big Brother: Aberturas e marcas das versões francesas. [Parte 4]

titulo Big Brother Especial

marcas loft story e secret story

Depois das várias versões já comentadas (australianas, britânicas e americanas) que mostravam o quesito técnológico, novelesco e de disputa, talvez a versão francesa do Big Brother, renomeada de “Loft Story”, enfatizou duas outras questões muito presentes nos reality shows. Em suas aberturas, o principal enfoque são nos próprios moradores, assim como no Brasil. Mas de uma forma mais elaborada.

Nas duas primeiras edições, isso acontecia de forma mais simples. Contudo, nos demais programas, isso ganhou proporções ainda maiores. Eles eram tratados já como celebridades, em meio a muitos hotofotes, brilhos e luzes. Há também uma insinuação justificável entre a relação entre os homens e as mulheres. A mudança de nome para “Loft Story”, mesmo em inglês, se tornou obviamente mais explicativa e trouxe a clara ideia de contar uma estória a partir de personagens reais que se reúnem em uma casa.

No entanto, a partir de 2007, o nome do programa mudou novamente e passou a se chamar “Secret Story“, sem muitas mudanças de formato. Ficou explícito, nesse caso, que a troca de nome também foi um dos quesitos utilizados na estratégia de renovação da marca, além da própria identidade visual do programa. Aliás, a identidade, a partir do novo nome, recebeu contornos mais estilosos, contemporâneos e, podemos dizer, mais femininos. No ano seguinte, aliás, cada “personagem” teve um tratamento gráfico diferenciado com elementos que fazem alusões ao sonho e ao surrealismo. O conceito do segredo, do sigilo e do “olhar através da fechadura”, foi adicionado tanto no nome, quanto nas aberturas, nas quais somos solicitados a não contar o que se passa dentro da casa. Uma abordagem certamente mais instigante que uma simples “estória de um loft”.

Esses programas foram apresentados também no Canadá, no canal TQS.

abertura loft story 4

abertura secret story 1

abertura secret story 2

Confira todas as versões: LS 1, LS 2, LS 3, LS 4, SS 1 e SS 2

>>> Ficha Técnica

Ano: 2003 a 2008

Canal: TF1 e TQS

>>> Postado por André Luiz Sens