Abertura: Pecado Mortal

_0012_abertura_pecadomortal

Com clima de super produção, a abertura da novela Pecado Mortal resume em uma cena a movimentada trama policial ambientada no Rio de Janeiro dos anos 1970.

Assim como as novelas do autor Carlos Lombardi, a trama será ágil, cheia de ação, explosões, diálogos irônicos e torsos nus. Na abertura, foi possível representar muito bem todas essas características através do recurso bullet time. Mesclando filmagens em live-action com steadycam e inserções hiperrealistas em computação gráfica, uma câmera percorre uma complexa cena congelada, cheia de efeitos, objetos e pessoas que brincam com as leis naturais da física.

Desde Matrix, esse recurso sempre impressiona e já foi exaustivamente utilizado em várias cenas em cinema, televisão, internet e comerciais. Nesse caso, a principal inspiração foi o premiado comercial da “Philips Carousel”.

Comercial “Philips Carousel”

Assim como na história, as personagens do folhetim e o cenário utilizados estão contextualizados com a década de 70. Bem como a trilha “Street Life”, do grupo Crusaders, que também produziu uma interessante associação às séries americanas da época.

Outra referência aos anos 1970, esta menos feliz, está na metáfora do globo espelhado utilizado na marca que, por sua vez, está mais para uma assinatura de programa de auditório dos anos 1990 e não apresenta nenhuma consistência estética com os créditos ou qualquer outro elemento da vinheta.

Falando em inspirações e referências, uma coincidência (bastante irônica por sinal) está no fato da abertura de Pecado Mortal utilizar o mesmo recurso bullet time empregado pela Rede Globo na abertura da novela Sete Pecados em 2007. Esta também inspirada em um outro anúncio, para marca Ikea. Quanto pecado, não?

Abertura 

_0000_abertura_pecadomortal

_0001_abertura_pecadomortal

_0002_abertura_pecadomortal

_0003_abertura_pecadomortal

_0004_abertura_pecadomortal

_0005_abertura_pecadomortal

_0006_abertura_pecadomortal

_0007_abertura_pecadomortal

_0008_abertura_pecadomortal

_0009_abertura_pecadomortal

_0010_abertura_pecadomortal

_0011_abertura_pecadomortal

_0012_abertura_pecadomortal

 

Making of

Ficha Técnica

Ano: 2013
Canal: Rede Record
Produção: Rede Record
Criação: Julio Balasso e Ralph Bicudo
Fotografia:  Ralph Bicudo
Computação Gráfica: Ícaro Félix
Trilha: “Street Life”, do grupo Crusaders

Veja também:

Comentários

  1. Eduardo set 26, 2013 à 8:13 pm #

    André, antes de mais nada eu gostaria de parabenizá-lo pela agilidade em postar as análises das aberturas das últimas novelas que estrearam. Já notei que, infeliz ou felizmente, as aberturas de novelas são o que mais chamam a atenção dos leitores do Televisual. Bom, falando da abertura de Pecado Mortal, eu gostei muito. Achei que eles não só se inspiraram na propaganda da Philips, como copiaram boa parte da sequência, mas tudo bem… Também lembrei de Senhora do Destino, não sei por que. A abertura pode não ser a mais original do mundo, mas é diferente do que estamos acostumados a ver, principalmente na Record. A novela também é maravilhosa. Nunca acompanhei uma novela da Record, sempre vi as da Globo porque, dos males, é o menor hahaha Dessa vez vou acompanhar com gosto porque a Record se superou em direção, fotografia, elenco, e o texto do Lombardi está afiadíssimo. André, só por curiosidade, você curte novela? hahaha Bom, parabéns de novo pelo post e continue nos presenteando com suas incríveis análises, sobretudo de aberturas de novelas! Valeu!

    • André Luiz Sens set 27, 2013 à 1:39 am #

      Eduardo,

      Já gostei mais de novela, mas hoje nem tenho mais tempo de acompanhá-las.

      Obrigado pelos elogios ao blog!

  2. André Luiz set 27, 2013 à 12:42 am #

    O tiroteio, roubo, promiscuidade acompanhados do bullet time me fizeram pensar, claro, na abertura de Sete Pecados. Não tem como não lembrar.
    O logo também não combina em nada com o resto da abertura. Defecaram no finalzinho.

  3. Matheus set 27, 2013 à 5:54 pm #

    Existe uma mensagem na identidade visual da novela.

    Eles utilizarem um globo de luz como referência a Rede Globo e a saída do Carlos Lombardi de lá.

    Como se a Record estivesse dando um tiro na Globo.

  4. André set 28, 2013 à 1:32 pm #

    Não da sabia da referência do comercial, mas isso me faz gostar mais ainda da abertura. Em se tratando de Record, tanto a própria abertura quanto a novela em si tem um apuro visual surpreendente (depois das manjadíssimas Balacobaco e Dona Xepa, já tava na hora). E mesmo que o logo não se relacione em nada com a abertura (e isso não é mérito só da Record, é um pecado mortal, literalmente, também cometido aos cântaros pela Globo também), vale pela mensagem subliminar citada pelo Mateus, do globo de espelhos representando a própria Rede Globo, e o tiro no final, foi uma sacada genial tanto da Record e do Carlos Lombardi, quando do Mateus por ter percebido isso haha

    • richhard set 28, 2013 à 9:48 pm #

      mto inteligente seu comentário Andre

  5. Rafael out 4, 2013 à 5:46 pm #

    Me parece que a Record decidiu abandonar a Globoface tbm…

  6. Marcelo Fernandes out 12, 2013 à 2:45 pm #

    Tudo indica que a trilha da abertura foi a última etapa do processo, ao contrário de Dona Xepa que teve todo o trabalho de transições, créditos e efeitos com base na música, método que, particularmente, me atrai mais.

    O meu elogio fica ao fato da equipe da Record ter feito uma abertura de créditos legíveis e relativamente longa (aparentemente virou regra por lá, graças ao bom senso). Parabéns também por terem trabalhado com os próprios atores da trama, o que dá maior realismo ao trabalho – a Globo poderia ter feito o mesmo em ‘Sete Pecados’.

    P.S.: Essa “câmera nervosa” da abertura me deixou nervoso. haha Dá agonia! Poderiam ter feito de maneira mais estática…

  7. Thiago Barbosa out 15, 2013 à 4:48 pm #

    Me fez lembrar também dessa abertura do CSI…
    http://www.youtube.com/watch?v=S-ggsukyTcg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>