Abertura: Gabriela

abertura_gabriela

Como parte das comemorações do centenário de nascimento do escritor baiano Jorge Amado, a Rede Globo estreou na última segunda-feira a segunda adaptação de seu livro “Gabriela Cravo e Canela”, esta escrita por Walcyr Carrasco. A primeira foi em 1975 na pelo autor Wálter George Durst na mesma emissora.

Ambientada na cidade baiana de Ilhéus em 1925, a novela “Gabriela” conta a história da ingênua personagem-título, vivida por Juliana Paes, que sai do sertão da Bahia, fugindo da miséria e vai para uma cidade maior e se envolve com o comerciante Nacib (Humberto Martins), dono do Bar Vesúvio. Destacam-se ainda os opressores coronéis do cacau e o bordel Bataclã.

Apesar de não ser uma nova versão televisiva levada ao ar décadas atrás, e sim uma nova adaptação do próprio livro, a abertura da novela guarda grandes semelhanças com a primeira “Gabriela”, protagonizada por Sônia Braga.

O principal ponto em comum é a icônica música-tema, “Modinha para Gabriela”, cantada por Gal Costa. Apenas houveram alguns ajustes para que a melodia e a voz ficassem mais limpas.

Outra similaridade está na própria linguagem visual da vinheta. Na primeira versão, a câmera percorria frontalmente gravuras de Aldemir Martins com imagens que retratavam a vida no sertão e o cotidiano da cidade, com cores fortes e quentes através de pinceladas firmes, quase abstratas. Na nova versão, são apresentadas obras do artista Mello Menezes, com traços e cores com pontos em comum.

A diferença está na utilização para confecção das telas de areias coloridas trazidas especialmente do Ceará, onde são tradicionalmente utilizadas para a confecção das tradicionais garrafinhas coloridas. Elas são aplicadas manualmente e cuidadosamente sobre telas gigantes. Além da natural ligação com o clima praiano do Nordeste, a areia contribuiu para uma riqueza maior de efeitos e detalhes. Ainda sugeriu a alusão a outros elementos simbólicos relacionados a obra, como no início da abertura, quando aparece sendo polvilhada em tons terrosos, confundida com cravo e canela moídos.

Distanciando-se ainda mais da abertura da versão anterior, há uma interessante transição das cenas, destruindo as “pinturas” arenosas e revelando novas telas. Componentes naturais são aplicados de maneira artesanal, remetendo a eventos da natureza, tais como gotas de água que aludem a pancadas de chuva, ventos que se assemelham a um temporal, além de um belíssimo e controlado esparramar de líquido, lembrando uma onda do mar.

Em relação a versão anterior, há diferenças também de enquadramento e fotografia que impulseram um nível de sofisticação ainda maior. A câmera agora não é mais frontal. Está posicionada lateralmente, dando maior profundidade de campo e aumento da percepção de tamanho de tela.

O logotipo criado por Hans Donner apresenta uma tipografia bastante semelhante à usada na primeira adaptação da novela, mais refinada e com formas mais harmônicas. Além disso, ela se revela com o movimento da areia ao final do vídeo em uma placa dourada e desgastada. Além de bastante integrada ao restante da vinheta, essa apresentação não se rendeu ao uso óbvio e fácil da computação gráfica.

Outro detalhe a ser notado é a tipografia dos créditos, que foge felizmente da onipresente Globoface, apresentando o que parece ser uma versão menos rebuscada da tipografia do logotipo.

Essa nova adaptação mostra uma abertura de encher os olhos, bem acabada e que sem dúvida nos ambienta de maneira inteligente na história e no universo de Jorge Amado.

Abertura Gabriela 1975

Abertura Gabriela 2012

Making of

Matéria do Video Show sobre os bastidores da abertura.

Mais Informações

Reportagem Globo.com sobre a abertura.

Ficha Técnica

Ano: 2012
Canal: Rede Globo
Direção: Hans Donner, Alexandre Pit Ribeiro, Roberto Stein, Orlando Martins
Arte: Mello Menezes
Trilha: “Modinha para Gabriela” (de Dorival Caymmi por Gal Costa)

Veja também:

Comentários

  1. Edgar Henrique jun 24, 2012 à 10:07 pm #

    Mais uma vez a Rede Globo se excedeu! Mostrou que suas vinhetas são inigualaveis e imbativeis no Brasil! Uma exibição perfeita e equilibrada entre cores e efeitos! Achei fantastico e surpreendente! Parabéns!

  2. Tittu Meirelles jun 27, 2012 à 12:31 pm #

    Excelente trabalho, uso da criatividade ao extremo, liderados pelo grande sábio da CG. Hans!

  3. Eduardo jun 27, 2012 à 8:30 pm #

    A abertura de Gabriel é um show à parte, uma verdadeira obra de arte! Parabéns ao Felipe pela ótima análise!

  4. Léo Bakargy Morais jun 29, 2012 à 1:42 pm #

    “foge felizmente da onipresente Globoface” Quando eu bati o olho eu percebi e já achei legal e estranho a o mesmo tempo.

    Porque? Porque finalmente mudaram a tipografia da abertura? Existe algum “segredo” por tras disso?

    • Jorge Junior jun 30, 2012 à 12:38 pm #

      Por que eles não param de aberturas belissimas como essa com esse monte de nomes… Poderiam enxugar muito esses créditos… colocando apenas os nomes dos atores principais… depois da abertura, o restante dos creditos poderia aparecer nos primeiros minutos da novela depois da abertura…. tal como as séries costumam fazer.

      • kiko jul 12, 2012 à 3:31 pm #

        A abertura tem uma função não vamos esquecer disso e apresentar o elenco é uma delas!

  5. Augusto jul 3, 2012 à 11:07 pm #

    A abertura é linda

    Mas o logotipo é muito parecido com o ENCONTRO com Fátima Bernardes, ambos estrearem no mesmo dia.

    Achei que eles poderiam fazer algo diferente entre ambos.

  6. Eduardo jul 9, 2012 à 4:54 am #

    Felipe, eu gostaria de publicar alguns trechos e algumas imagens das análises de aberturas que vocês fazem, no meu blog, o Tô Na Cena (http://www.tonacena.blogspot.com), dando os devidos créditos a vocês. Posso? Ou pelo menos posso indicar o link de vocês? Obrigado!

  7. Felipe Teixeira jul 9, 2012 à 2:25 pm #

    Eduardo,

    é sempre bem-vinda a republicação do conteúdo do blog desde que seja creditada, como já é do seu interesse. Fique à vontade.

    Obrigado pela consideração e pela visita.

  8. Eduardo jul 9, 2012 à 4:52 pm #

    Obrigado, espero gerar muitas visitas para vocês! Gosto muito do trabalho de vocês e acompanho a um bom tempo.

  9. Pedro Felipe jul 15, 2012 à 3:11 am #

    O vídeo da abertura de Gabriela 2012 foi removido. Troquem quando possível.

    Desde já agradeço

    • André Luiz Sens jul 16, 2012 à 3:01 pm #

      Já está no ar novamente. :)

  10. matias out 26, 2012 à 12:27 am #

    Concordo, mais uma vez a rede globo excedeu, desta vez estrapolou, eu fico abismado, de ver como o povo brasileiro nâo respeita seus, idolos, seus escritores e menos ainda seus mortos, como e posivel que uma emisora como a globo seja tâo desrespeitosa com a cultura brasileira? mudando totalmente a verdadeira hitoria de gabriela, e o livro de Jorge amado ? ainda mais, cuando a globo mesmo fez aô pê da letra a versâo anterior? convidou a cantora Ivete Zangalo para ESTRAGAR o papel da Maria Machadâo, que NUNCA foi uma mulher tâo nova, e o bataclâo, ficou um fiasco, nos anos 20 nâo tinha nada disso em Ilheus, e muita coisa foi mudada na historia quem le o livro se espanta com tanta falta de respeito a memoria de Jorge Amado um grande da literatura deste pobre pais,que já nada se respeita, e todo e feito em nome do dinheiro, e a rede globo, ja faz novelas pensando em vender, mas vender para o exterior uma imagens, que nâo existe de um brasil que parece más nao è, porque a globo sô mostra a belesa, que sô existe na cabeça deles. coitados sem respeito enm memoria onde iremos parar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>